Viaje Bem

A Transal disponibiliza à você dicas para fazer uma viagem com segurança e tranqüilidade.


Mude sua vida. Vá viajar.

Mude sua vida. Vá viajar.

Perguntei a um monte de gente três coisas que eles tinham feito de mais interessante durante o ano. Policiais, médicos, publicitários, administradores, professores, advogados, blogueiros. Toda sorte de profissões. Perguntei assim mesmo, como quem não quer nada. Não direcionei as respostas nem aonde queria chegar. Até porque não sabia onde as respostas me levariam. E elas me levaram a três conclusões...

O dia a dia é feito de mini glórias. Mini glórias são aquelas vitórias pessoais que vira e mexe acontecem. Ganhar um prêmio de publicidade ou um caso no tribunal. Ver o filho dar os primeiros passinhos, fazer uma mega festa de aniversário. Passar de ano na escola, receber um elogio do chefe. São coisas que nos deixam muito felizes, mas que se contadas fora do nosso círculo profissional ou familiar não causam reações mais eufóricas do que um “ah, legal”.

Viajar é Glória com G maiúsculo. Entre todas as respostas que recebi, a maioria estava relacionada a viajar. Gente que realizou sonhos antigos, como conhecer Machu Picchu ou o Grand Canyon. Gente que viajou para realizar feitos enormes, correr maratonas, pular de paraquedas, cruzar países de moto. Histórias de viagem marcam a gente e fazem os olhos de quem está ouvindo brilhar. Transcende profissões, idade, gênero, ideologia. É fascinante ver como uma viagem muda a gente.

Glórias eternas são raras. Neste saco estão as respostas excepcionais. Nascimento de um filho, salvar a vida de alguém, se formar na faculdade, vencer uma doença terrível, comprar o primeiro apartamento. São realizações máximas que acontecem pouquíssimas vezes durante a nossa vida. Por isso mesmo, são tão marcantes.

Fiquei meses pensando nisso tudo. Decidi viajar mais. E tentar convencer você a fazer isso também. Sei que leitores do SairdoBrasil.com já tem essa intenção, mas quero transformar você em um heavy-user de aeroporto. Ou se você já é um, lembrá-lo que está no caminho certo. Porque os grandes feitos da nossa vida demoram pra acontecer, nem sempre dependem só da gente. As mini glórias do cotidiano são boas mas ao final de um ano talvez você só se lembre de uma ou duas. Imagine ao final de uma década. Agora viajar está aí, nas nossas mãos. Ao nosso alcance. Podemos ser grandiosos e históricos viajando. Podemos mudar nossas vidas, aprimorar nossas perspectivas. Podemos ser pessoas mais interessantes. Pense bem antes de vender suas férias. Esses trinta dias são valiosos. Sei que a maioria tem uma vida difícil, muito trabalho e muita conta para pagar. Mas vale o esforço. Uma viagem pode mudar a sua vida.


Fonte: Jarbas Pereira - Sair do Brasil



Voltar