Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

17/02/2009

Ronda Transal - R. Grande do Sul

MP adia decisão sobre destino de outdoors que atacam Yeda

O Ministério Público Estadual adiou ontem a decisão sobre o destino dos outdoors de sindicatos de servidores que atacam a governadora Yeda Crusius. Promotores discutem se o levantamento de informações, como a identificação dos responsáveis pela suposta injúria, deve ou não ser feito pelo MP.

Outra possibilidade é repassar a questão diretamente ao Juizado Especial Criminal, que poderia executar o trabalho e eventualmente elaborar denúncia contra os suspeitos. Não há prazo para uma definição.

– Queremos analisar quem é capaz de dar uma resposta mais fácil e rápida – explicou o subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Eduardo de Lima Veiga.

Ontem, integrantes do Cpers reclamaram da suposta pressão do governo e do MP para não divulgar novos outdoors definidos no sábado. Nesse dia, os 10 sindicatos responsáveis pela campanha lançaram um painel que não exibe o rosto da governadora. Ontem, os sindicalistas estudavam como dar segurança à empresa LZ, que coloca os painéis, e quando divulgar os painéis. Ainda não há prazo. Segundo a presidente do Cpers, Rejane de Oliveira, a empresa está conversando com seus advogados.

– Fizemos novos outdoors, e só não estão na rua porque o governo está pressionando. Não há motivo para pressionar a empresa. Não estamos fazendo campanha pessoal contra Yeda. Ela tem usado o MP para pressionar a empresa – relatou Rejane.


Fonte: ZERO HORA


Outras notícias