Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

10/03/2008

Protesto vai fechar estrada esta semana

Os produtores de arroz ameaçam promover protestos públicos e interromper o tráfego de rodovia a partir desta semana para exigir do governo federal a edição de medidas saneadoras para o setor rizícola. A advertência é do vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc), Enori Barbieri.

Os produtores enfrentam os mesmos problemas pelo terceiro ano consecutivo: excesso de produção, importações predatórias, preços em queda e custos em alta.

A previsão para 2008 é de excesso de oferta. A colheita da safra brasileira de arroz iniciou em janeiro no Mato Grosso e será encerrada em abril, no Rio Grande do Sul, com 11,9 milhões de toneladas.

Esse volume terá o acréscimo de 1 milhão de toneladas importadas do Mercosul (Uruguai e Argentina) e do estoque de passagem 2007/2008 de 1 milhão de toneladas. No total, 13,9 milhões de toneladas de arroz para um consumo anual de 12 milhões.

Esse quadro de superoferta repete 2007, quando o Brasil colheu aproximadamente 11,1 milhões, importou mais 700 mil toneladas do Mercosul e ainda contou com o estoque de passagem.

A cadeia arrozeira reivindica a mesma solução de 2007, quando houve a liberação de linha de crédito de R$ 580 milhões para contratos de opção, o que permitiu aos produtores fechar contratos de venda futura a R$ 25 reais por saca. O problema é que as verbas do Ministério da Agricultura para operações de comercialização, que eram de R$ 2,065 bilhões, foram reduzidas para cerca de R$ 800 milhões.
 


Fonte: Diário Catarinense


Outras notícias