Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

03/10/2016

Programa de Transporte de Cargas Perigosas é aplicado em trecho gaúcho da BR-101

Decorrente da duplicação da BR-101 Sul, os programas socioambientais estão sendo acompanhados pelo consórcio Concremat-Tecnosolo-WorleyParsons

Os programas socioambientais contribuem para melhorias ambientais na região Norte do Rio Grande do Sul, por onde a duplicação da rodovia federal foi executada.

O Programa de Transporte de Produtos Perigosos desenvolvido pelo DNIT com base em Termo de Cooperação firmado com a UFRGS está qualificando, desde setembro de 2015, o atendimento à emergência em possíveis casos de acidentes na rodovia. O programa realizou nesse período, curso para capacitação dos agentes das instituições que atuam na área na região, envolvendo 90 pessoas do Corpo de Bombeiro, Defesa Civil, órgãos ambientais, serviços sociais e de saúde de municípios próximos da BR-101 e da capital gaúcha, além de DNIT, ANTT e do consórcio.


O consórcio Concremat-Tecnosolo-WorleyParsons participou do treinamento com o coordenador setorial do Rio Grande do Sul, técnico agrícola e sociólogo, Sérgio Luiz dos Reis. “O papel do consórcio nesse Programa é o de supervisionar, orientar e monitorar todas as fases de sua implantação. Dando todo o apoio na interface entre os atores envolvidos, DNIT, demais empresas envolvidas na obra, IBAMA, UFRGS, Defesa Civil e Corpo de Bombeiro,  buscando  assegurar a execução do programa de forma dinâmica e com qualidade”, afirma o coordenador.


O Programa de Transporte de Produtos Perigosos também prevê a implantação de ações, com elaboração de banco de dados georeferenciados, identificação dos trechos com maior suscetibilidade a acidentes, aquisição de equipamentos, entre eles veículo de resposta para emergências químicas e combate a incêndio, construção e implantação de um Centro de Controle Integrado para atendimento de emergências.


O Curso de Capacitação em Atendimento e Resgate, realizado em setembro do ano passado nas cidades de Tramandaí e Osório e fez parte da execução da Meta VI do Programa de Mitigação de Acidentes Envolvendo Transporte Rodoviário de Produtos Perigosos no Trecho da BR-101 Sul, entre Osório/RS – Torres/RS. O Programa que está em execução pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS, através do Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres – CEPED-RS.


“A implantação desse Programa contribuirá em muito para a melhoria do tráfego no trecho gaúcho da BR-101. Um acidente envolvendo produtos perigosos pode causar interrupção de trânsito por longo tempo e se não tomadas as devidas providências pode colocar em risco a saúde e até a vida das pessoas que se encontram próximas ao local, conforme o produto até num raio bastante grande”, afirma Reis.


Fonte: BR-101 Sul


Outras notícias