Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

07/04/2009

Produção de veículos retoma ritmo e cresce 34,2% sobre fevereiro.

Indústria produziu 272.371 unidades em março. No trimestre, setor registra queda de 16,8% sobre o período de 2008

Após um aquecimento acima das expectativas das vendas, a produção de veículos no Brasil chegou a 272.371 unidades no mês de março. O crescimento foi de 34,2% sobre fevereiro, quando saíram das linhas 202,9 mil unidades. Entretanto, em relação a março de 2008, há uma queda de 4%. Os números foram divulgados nesta segunda-feira (6) pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Embora o resultado de março tenha sido alto, a soma da produção de janeiro a março fechou em 660 mil unidades. Em relação ao mesmo período de 2008, houve uma queda de 16,8%, já que naquela época foram produzidas 792,9 mil unidades.

As montadoras produziram 225.571 automóveis em março, com aumento de 37% sobre fevereiro. Veículos comerciais leves foram 34.767 em março, com crescimento de 18,8%. A produção de caminhões foi de 9.150 unidades, com expansão de 22,7% sobre fevereiro. Ônibus tiveram 2.883 unidades produzidas, um crescimento de 12,6%.

Estoques


Como a indústria vinha em ritmo desacelerado por causa das férias coletivas, e em março houve pico de vendas que diminuiu o estoque, a expectativa da indústria é de um crescimento na produção nos próximos meses. E março os estoques da indústria caíram para 4 dias úteis, o equivalente a 35.227 unidades. No mês anterior, este volume era de 47.075 unidades, ou seja, 7 dias úteis.

Nas concessionárias os estoques ao final do mês de março equivalem a 14 dias (130.233 unidades). Juntos, os estoques de concessionárias e montadoras somam 165.460 unidades, que equivale a 18 dias de vendas - em fevereiro, o volume era de 181.495 unidades, correspondente a 27 dias.

Licenciamento

Foram licenciados no país em março 271.442 veículos, expansão de 36,2% em relação às vendas de fevereiro, que totalizaram 199.366 unidades. Na comparação com março de 2008, quando foram emplacados 232.147 veículos, houve aumento de 16,9%. No acumulado do trimestre,a indústria registra alta de 3,1% sobre o primeiro trimestre do ano passado.

"O mix de licenciamento ficou em 52,5% de carros populares vendidos e 47,5% de carros acima de 1 mi cilindradas", observa o presidente da Anfavea, Jackson Schneider.

Queda nas exportações

As exportações subiram em valores 12,8% em relação a fevereiro, com a soma de US$ 620,3 milhões. Em relação a março de 2008, houve uma queda de 46,2% nas exportações. Em março do ano passado, a indústria havia somado US$ 1,5 bilhão. No acumulado do ano, a queda é ainda maior. As exportações no primeiro trimestre somam US$ 1,59 bilhão, o que representa uma queda de 50,8%, quando foram exportados US$ 3,24 bilhões.

Em relação ao número de unidades exportadas, a indústria registrou crescimento de 15,5% em relação a fevereiro, de 29.815 unidades, para 34.426 unidades.

"Deixamos de exportar 100 mil veículos no trimestre. Essa queda é muito representantiva", ressalta Schneider sobre a preocupação da indústria em manter os clientes no exterior.


Fonte: G1/Globo.com


Outras notícias