Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

13/03/2013

Prazo para envio de sugestões sobre arrecadação automática de pedágio termina no próximo dia 15

Termina no próximo dia 15 o prazo para o envio de sugestões à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) sobre a arrecadação automática de pedágio nas rodovias federais concedidas.

A Agência quer saber dos usuários o que pode ser melhorado no processo, que visa trazer mais conforto aos motoristas, uma vez que elimina a  necessidade de parar nas cancelas. A tomada de subsídios é aberta a todos os interessados, que podem enviar sugestões até as 18h da data-limite por meio do Formulário de Envio de Contribuições, disponível no site www.antt.gov.br ou pelo endereço eletrônico ts004_2013@antt.gov.br.

A arrecadação automática consiste no pagamento da taxa, sem parada nas praças de pedágio, a exemplo do que já ocorre na Ponte Rio-Niterói. Para tanto, é necessário que o motorista obtenha um cartão magnético fornecido pelas concessionárias, que irá identificar o veículo e gerar a cobrança por meio de débito em conta corrente ou em cartão de crédito. O sistema é muito utilizado por motoristas de ônibus e caminhões. Com a tomada de subsídios, a ANTT pretende sugerir a adoção da medida em rodovias já concedidas e em futuras licitações, além de estimular a prática em condutores de carros de passeio.

A superintendente de Exploração de Infraestrutura Rodoviária da ANTT, Viviane Esse, ressalta a importância da tomada de subsídios aberta pela Agência no dia 15 de fevereiro. “Queremos movimentar o mercado, saber o que o usuário precisa e o que o mercado tem para disponibilizar, e, assim, conseguir a melhor relação para o usuário e a concessionária. Queremos conhecer o mercado e, assim, decidir se regula, ou não, o tema.“ Ela também destaca os benefícios da arrecadação automática para os usuários. “Esse sistema permite a redução do tempo de viagem e dos custos, já que os gastos com combustível e manutenção tendem a ser menores.” Mais informações na Nota Técnica 004/2013 também no site da Agência.


Fonte: Assessoria de Comunicação/MT


Outras notícias