Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

26/12/2007

Petrobras pretende construir mais 10 usinas de biodiesel

A Petrobras pretende construir ao menos 10 novas usinas de biodiesel no Brasil até 2012, afirmou o diretor de Abastecimento da estatal, Paulo Roberto Costa.

Segundo ele, a empresa quer se tornar líder na produção de biodiesel até 2012 e o plano estratégico da Petrobras estima uma produção de 850 milhões de litros daqui a cinco anos.

Em março de 2008 a estatal deve inaugurar três unidades de biodiesel que irão produzir juntas cerca de 180 milhões de litros do combustível.

"Para fechar a conta, precisamos de mais 670 milhões de litros até 2012. Serão pelo menos mais 10 plantas para atender a essa demanda. No futuro, poderemos ter plantas maiores com capacidade de produzir de 120 a 150 milhões de litros", revelou Costa na noite de quarta-feira.

O executivo da Petrobras informou que cada uma das 10 novas plantas está orçada em cerca de R$ 70 milhões.

A partir de 1º de janeiro, a adição de 2% de biodiesel no diesel mineral passa a ser obrigatória. O executivo da Petrobras não espera problemas para a entrada do combustível B-2 no mercado brasileiro.

"A ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biodiesel) fez os leilões para garantir o suprimento. A capacidade de produção do Brasil hoje é de 1,8 bilhão de litros e o consumo previsto é de 850 milhões", afirmou Costa.

Ele informou ainda que a ANP fará mais dois leilões de biodiesel no ano que vem, sendo que no primeiro serão comercializados 380 milhões de litros do combustível.

Trading

Paulo Roberto Costa disse que em 2007 a estatal fortaleceu a sua posição no mercado internacional como trading de petróleo e derivados. As operações somaram 200 mil barris de petróleo ao dia.

"São oportunidades de negócio que surgem. Queremos ampliar a nossa participação nesse mercado, que é muito vantajoso. São operações de compra e venda a preços internacionais, sem passar pelo Brasil", explicou ele.

Costa frisou que essa é uma prática comum no mercado de petróleo e deu como exemplo a British Petroleum, que de acordo com ele produz cerca de 3 milhões de barris de petróleo ao dia, mas comercializa cerca de 6 milhões de barris. "Essa é a prova de que esse é um bom negócio que tende a se intensificar nos próximos anos".

Costa informou que a Petrobras pretende aumentar sua participação internacional no downstream e para isso a empresa estaria analisando oportunidades de compra de refinarias no exterior.

"Estamos olhando as oportunidades. Temos interesse em ampliar nossa participação lá fora. As oportunidades nesse segmento estão nos EUA e na Europa", afirmou. A estatal já tem um refinaria em Pasadena, nos EUA, e outra em Okinawa, no Japão.


As informações são da agência Reuters News.


Fonte: ABTC


Outras notícias