Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

20/02/2008

Petrobras fecha parceria para construir alcoolduto

Em nota, empresa afirma que o alcoolduto não será exclusivo da estatal. Duto será colocado à disposição do mercado, na forma de um serviço de transporte.

A Petrobras firmou parceria com a japonesa Mitsui e a Camargo Correa para a construção do alcoolduto ligando a cidade de Senador Canedo (GO) a Paulínia (SP). Segundo comunicado da Petrobras, o projeto, cuja execução ficará sob a responsabilidade da petroleira, inclui ainda um segundo trecho que interligará a Hidrovia Tietê-Paraná ao Terminal de Paulínia.

Na nota, a Petrobras afirma que o alcoolduto não será exclusivo da estatal, sendo colocado à disposição do mercado, na forma de um serviço de transporte, "possibilitando, assim, a chegada eficiente do etanol aos portos de exportação". Alguns produtores temiam que o projeto ficasse restrito aos projetos na qual a própria Petrobras tem participação.

Projeto

O duto é parte do corredor de exportação de etanol que passa por Uberaba, em Minas Gerais, Ribeirão Preto, Paulínia e Guararema, em São Paulo. Do terminal de Guararema, o duto segue para o Terminal de São Sebastião, no Litoral Norte de São Paulo, e para o Terminal da Ilha d'Água, no Rio de Janeiro, através do poliduto OSRIO, já existente, que passará a ser exclusivo para etanol.

Ainda segundo a Petrobras, no seu tronco principal (entre Paulínia e Guararema), o alcoolduto terá a capacidade de escoar até 12 bilhões de litros de etanol por ano, sendo cerca de 4 bilhões pelo terminal da Ilha d'Água e 8 bilhões pelo terminal de São Sebastião.


Fonte: Portal de Notícias G1


Outras notícias