Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

21/10/2010

Novidade: Mercedez-Benz lança novo caminhão.

O modelo Actros começa a ser vendido no Brasil com muita tecnologia

A Mercedes-Benz do Brasil acaba de lançar no mercado brasileiro o extrapesado Actros 2546 LS, na versão 6x2, e o 2646 LS na versão 6x4, ampliando para 21 modelos sua oferta de produto no segmento. A marca conta ainda com a versão fora de estrada 8x4 comercializada desde 2008.

A linha vem equipada com o forte motor monoturbo de 12 litros V6, ou seja, seis cilindros em V, o que permite desenvolver até 456 cv de potência e alcançar o torque de 224 Kgfm, mesmo em baixas rotações. Para completar o trem de força foi adotado como itém de série o câmbio G330 PowerShift de 12 velocidades totalmente automatizado, sem pedal de embreagem e com um joystick no lugar da alavanca.

Em termos de tecnologia, a marca investiu pesado e disponibiliza como equipamentos de série para toda linha os freios a disco com ABS, o controle eletrônico de estabilidade ASR, a suspensão pneumática no eixo traseiro e o ar condicionado. Outros itens disponíveis são: sistema ativo de frenagem, controle de proximidade e de orientação de faixa, retarder de cinco estágios e ar condicionado noturno, que funciona mesmo com o motor desligado.

Os novos caminhões da linha Actros são oferecidos em três versões de configuração de cabines: Conforto, Megaspace Conforto e Megaspace Segurança. Juntamente com os veículos, a Mercedes colocou a disposição de seus clientes um amplo pacote de pós-vendas, com três opções de pacotes de revisão, socorro 24 horas e uma gama de 5 mil peças genuínas para reposição, sendo que algumas são intercambiáveis com o Axor.


Confira os preços de cada modelo:

Actros 2546 LS 6x2 Conforto R$ 370 mil
Actros 2546 LS 6X4 Megaspace R$ 440 mil
Actros 2546 LS 8X4 Megaspace Segurança R$ 517 mil

Nova fábrica

O novo Actros será importado da Alemanha até 2012 quando, de acordo com as estratégias da Mercedes-Benz, será inaugurada uma nova unidade fabril em Juiz de Fora, com capacidade de produzir até 15 mil modelos por ano. Até lá o índice de nacionalização do caminhão aumentará gradativamente.

Hoje, a montadora conta com a planta de São Bernardo do Campo/SP, onde produz 65 mil unidades anualmente, com investimentos para aumentar para 75 mil. Pelo Brasil, os clientes da marca contam com 200 concessionárias e 40 pontos de assistência especializados na linha extra-pesada dos caminhões Axor e Actros.


Fonte: O mecânico


Outras notícias