Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

08/02/2008

Mortes em rodovias catarinenses caem 41,7%

Em 2007 foram registradas 44 mortes no feriado de Carnaval, contra 24 este ano.

Se há três anos Santa Catarina amarga o segundo lugar no ranking de mortes registradas nas rodovias federais durante o período do Carnaval, ao menos um motivo o Estado tem para comemorar este ano.

Em relação ao mesmo período do ano passado, o número de mortes no trânsito catarinense, incluindo BRs, SCs e vias urbanas, caiu 41,7%. Em 2007 foram registradas 44 mortes, contra 24 neste ano.

As maiores ocorrências foram concentradas nas rodovias federais, que durante os seis dias da Operação Carnaval, da 0h de sexta-feira à meia noite de quarta-feira, testemunharam 239 acidentes, 140 feridos e 15 vítimas fatais. Quatro óbitos aconteceram domingo de manhã, em um único acidente na BR-101 Sul, quando um Ford EcoSport de Porto Alegre bateu de frente com um Fiat Uno de Araranguá, onde estavam as vítimas. Outras cinco mortes aconteceram em SCs e quatro em ruas.

No balanço da operação divulgado nesta quinta-feira pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), seis pessoas morreram na BR-282, cinco na BR-101 (uma no trecho duplicado e quatro no trecho simples), três na BR-280 e uma na BR-116.

Número de óbitos diminuiu pela metade nas SCs

A boa notícia é que em todos os critérios de comparação foram registradas quedas no número de ocorrências em relação ao ano passado nas BRs: os acidentes reduziram em 30,5%, os feridos em 29,6% e as mortes, em 34,7%.

Em 2008, aconteceram menos acidentes e feridos até em comparação ao Carnaval de 2005, quando a frota de veículos em Santa Catarina era 27% menor que a de hoje.

Dentre os motivos apontados pela PRF para a redução estão o reforço na fiscalização com policiais de outros estados e a entrada em vigor da MP 415, que proibiu a venda de bebidas alcoólicas às margens de rodovias.

Nas rodovias estaduais, o número de mortes e acidentes também foi menor este ano.

No caso dos óbitos, a redução foi de 50%. Se no ano passado oito pessoas perderam a vida nas SCs, em 2008 este número caiu para quatro. O número de acidentes registrados chegou a 152, com 90 pessoas feridas.


Fonte: Diário Catarinense Online


Outras notícias