Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

18/04/2016

IPHAN aprova relatório de arqueologia da Ponte Anita Garibaldi

A Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em Santa Catarina aprovou, no dia 11 de março passado, o relatório final do Programa de Salvamento Arqueológico e Educação Patrimonial da construção da Ponte de Laguna.

O parecer emitido pelo instituto diz que o objetivo do documento, além de atestar todas as fases do processo até a conclusão, é de embasar tecnicamente as tomadas de decisões sobre a pesquisa do sítio arqueológico de Cabeçuda, em Laguna. O sítio foi encontrado próximo do km 313,2, no encontro do conjunto de pilares entre a terra firme a o começo da lagoa Santo Antônio dos Anjos. O processo de resgate e relocação das 23 ossadas encontradas no local começou em 2012, com o protocolo do projeto de Salvamento Arqueológico e Educação Patrimonial no IPAHN, em Florianópolis. As escavações no sítio foram coordenadas pela arqueóloga e professora da Universidade do Sul de Santa Catarina, Deisi Scunderlick Eloy de Farias. 

Pelo material encontrado nas escavações dos sambaquis do entorno do empreendimento, a datação do círculo de funerais presentes no sítio escavado remete a comunidades que residiram nas margens da lagoa entre três há cinco mil anos. 

Com o aceno positivo do parecer quanto à execução deste programa, o instituto se posicionou favorável à emissão da Licença Ambiental de Operação (LAO).  

Arqueologia na duplicação da BR-101 Sul – A importância de se preservar os sítios arqueológicos não se concentra apenas nas descobertas de bens materiais encontrados neles (cerâmicas, ossos, sambaquis, artefatos de pedra, etc.), mas também e principalmente nas informações sobre nossos antepassados, dedutíveis a partir do que se é levantado com estes objetos.  

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - DNIT, em convênio firmado com a Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Extensão da Universidade do Sul de Santa Catarina – FAEPESUL/UNISUL, resgatou 13 sítios arqueológicos ao longo dos lotes de SC e, junto ao Centro de Excelência em Engenharia de Transportes – CENTRAN identificou e salvou 15 sítios nos lotes gaúchos. 

Todos os sítios arqueológicos identificados estão com os serviços de salvamento finalizados e aterrados, atendendo a determinação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional -  IPHAN. O programa se encontra finalizado na duplicação, mas ainda será realizado na Transposição do Morro dos Cavalos, em Palhoça. 


Fonte: 101 Sul


Outras notícias