Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

27/05/2010

Inadimplência de pessoa física é a menor desde dezembro de 2005

Foi o sexto mês consecutivo de queda na inadimplência das pessoas físicas. Já a taxa geral de inadimplência recuou para 5% no mês passado, diz BC.

As pessoas físicas estão deixando menos contas atrasadas: a taxa de inadimplência, que inclui todas as operações realizadas em bancos, recuou de 7%, em março deste ano, para 6,8% em abril, informou nesta quarta-feira (26) o Banco Central.

Segundo a instituição, é o menor valor desde dezembro de 2005, quando ficou em 6,74% ao ano. Esse foi o sexto mês consecutivo de queda na inadimplência das pessoas físicas. Para medir o nível de inadimplência, o BC contabiliza operações de empréstimos com atraso superior a 90 dias.

A inadimplência geral, que inclui as operações com pessoas físicas e com empresas, também recuou no mês passado, para 5%. Em março, estava em 5,1%. Com isso, está no nível mais baixo desde março do ano passado (5%).

Já a taxa de inadimplência das operações dos bancos com as empresas permaneceu em 3,6% ao ano em abril, mesmo valor de março. É o valor mais baixo desde junho de 2009, quando somou 3,4%.


Fonte: Portal de Notícias G1


Outras notícias