Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

29/06/2010

Governo, CNI e Sebrae criam programa de estímulo à inovação

Medidas preveem mais de R$ 100 milhões em recursos. Objetivo é formar núcleos de apoio a projetos inovadores em 20 estados.

A Confederação Nacional da Indústria, o Sebrae e do Ministério de Ciência e Tecnologia anunciaram nesta segunda-feira (14) duas iniciativas que preveem verbas de mais de R$ 100 milhões para incentivar e capacitar empresários a implementar projetos de inovação em pequenas, médias e grandes empresas.

O dinheiro será usado na formação de 20 núcleos de apoio à inovação na indústria, que serão conduzidos pelas federações da indústria de cada estado.

Na prática, o papel desses núcleos será providenciar treinamento e consultoria para induzir pequenas, médias e grandes empresas a preparar projetos de inovação.

Os financiamentos para esses projetos, no entanto, deverão ser obtidos pelas próprias empresas no mercado: ou recursos próprios, ou do Ministério de Tecnologia ou do BNDES.

De acordo com o Presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, CNI e Sebrae contribuirão com R$ 48 milhões.

“O objetivo desses núcleos é formar empresários na gestão da inovação e beneficiar 1600 empresas inicialmente”, disse Andrade, que anunciou as medidas após reunião em São Paulo da qual participou o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“Hoje temos a certeza de que sem a inovação não teremos um país competitivo, uma indústria competitiva”, afirmou o presidente da CNI.

Segundo Carlos Alberto Santos, do Sebrae, a previsão é de que esse incentivo gere 2,4 mil projetos concretos de inovação em empresas já nos próximos meses.

"Temos uma defasagem de produtividade muito grande entre as médias e grandes empresas e ase pequenas e isso afeta a produtividade média da indústria brasileira", diz Santos, que diz que a inovação é o principal caminho para a política industrial brasileira.

Teremos um comitê de empresários que estarão organizando todas as ações do Brasil para que as empresas possam agir de forma inovadora.

Para complementar esse aporte do Sebrae e da CNI, o Ministério da Ciência e Tecnologia lançará na semana que vem um edital que prevê entre R$ 50 e R$ milhões para a seleção de propostas voltadas à estruturação de núcleos de apoio à gestão e capacitação visando planos e projetos de gestão da inovação nas empresas brasileiras

“A ideia é que a gente forme cada vez mais gestores e capacite mais gestores para levar essa capacidade junto as federações e junto as empresas”, disse o secretário executivo do Ministério de Ciência e Tecnologia, Luís Elias.


Fonte: Portal de Notícias G1


Outras notícias