Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

21/01/2009

Fábrica no PA vai transformar serragem em combustível para usinas européias

Previsão é de que 350 mil toneladas de detritos sejam beneficiadas ao ano. Crise do gás russo deve aumentar demanda pelo combustível renovável.

Uma empresa holandesa decidiu instalar em Belém (PA) uma fábrica que vai beneficiar o pó-de-serragem produzido pela indústria madeireira local, transformando-o em pellets - pequenas partículas usadas principalmente na Europa como combustível em usinas termoelétricas ou para aquecimento residencial.

“O pellet de madeira é bom para produzir energia porque, ao contrário do gás natural e do petróleo, é neutro em termos de emissões de gases causadores do efeito estufa, já que, ao ser queimado, ele apenas devolve à atmosfera o carbono que a árvore tirou da atmosfera ao crescer”, explica Hans van de Riet, gerente de projetos da VAR do Brasil, subsidiária da holandesa WWR, que atua no ramo de reciclagem de lixo em seu país de origem.

A empresa espera conseguir licença ambiental ainda este ano para, em 2010, mandar o primeiro navio carregado de pellets à Europa. Segundo van de Riet, a expectativa é de que, numa fase inicial, a fábrica no Pará produza 250 mil toneladas do material ao ano. “Para isso vamos ter de recolher 350 mil toneladas de serragem, pois ela contém umidade e passa por um processo de secagem antes de virar pellet”, explica.


Fonte: Portal de Notícias G1


Outras notícias