Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

13/01/2015

Denatran adia multa para extintor antigo; o novo está em falta

Extintor novo começou a equipar carros zero a partir de 2005. Pelos próximos 3 meses, infração não será punida, diz o órgão.

O Denatran anunciou nesta segunda-feira (5) que adiará por 90 dias a exigência do uso do extintor do tipo ABC para carro, que passou a valer no último dia 1º e cujo descumprimento resultaria em multa de R$ 127,69, 5 pontos na carteira de habilitação e retenção do veículo para regularização.


O adiamento será por 90 dias, segundo o órgão. O prazo conta a partir da publicação no Diário Oficial da União, mas, de acordo com a assessoria do Denatran, multas aplicadas a partir desta segunda não serão consideradas.


A medida foi tomada pelo Ministério das Cidades após motoristas de diversas regiões do país relatarem dificuldade para encontrar o equipamento à venda.


A procura cresceu com a divulgação de que a regra, estabelecida em 2009, passaria a resultar em multa a partir deste ano se fosse descumprida.


O modelo exigido agora pela lei é chamado de ABC porque controla incêndio produzido por diversos tipos de materiais. Ele começou a equipar carros fabricados a partir de 2005, porém, uma liminar chegou a derrubar essa exigência, que foi restabelecida em 2009.


O extintor antigo era do tipo BC, que combatia apenas o fogo causado por líquidos inflamáveis e equipamentos elétricos.


Equipamento vencido

A procura por extintores também aumentou porque, ao verificar o equipamento nos carros, proprietários perceberam que o item estava fora da data de validade, que é de 5 anos, a partir da data de fabricação. Circular com extintor vencido também pode dar multa.



Fonte: Auto Esporte


Outras notícias