Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

06/02/2008

Carnaval menos violento na BR-101

O feriadão de carnaval foi menos violento no trecho sul da BR 101 do que no mesmo período do ano passado. Apesar de todos os transtornos enfrentados pelos motoristas em função da chuva e problemas no asfalto, os dias de folia podem ser considerados tranqüilos, levando-se em consideração o número de acidentes e de vítimas fatais registrados no carnaval de 2007.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, da meia-noite de sexta-feira, dia 1º, quando iniciou-se a Operação Carnaval, até o final da tarde de ontem, aconteceram 24 acidentes, um deles com quatro vítimas fatais. No ano passado, esse saldo era de 52 acidentes e oito mortes. O inspetor da PRF responsável pelo trecho sul da BR, Wagner da Rosa, lembra que esses dados são preliminares, já que a Operação só termina hoje à meia-noite. Mesmo assim, segundo ele, a expectativa é de que os números permaneçam parecidos. "Esse carnaval foi atípico por várias questões. Os problemas na rodovia e o movimento intenso colaboraram para que tivéssemos menos acidentes, já que as pessoas não podiam trafegar em alta velocidade e nem fazer ultrapassagens perigosas", explica. "Isso facilitou o controle da polícia", completa o inspetor.

Danos materiais

No trecho de Laguna a Içara foram seis acidentes, todos, segundo a PRF, apenas com danos materiais. Já no trecho de Içara a Passo de Torres foi registrado o caso mais grave, em que quatro pessoas da mesma família perderam a vida. O acidente aconteceu no quilômetro 453 em São João do Sul, trecho não duplicado da BR, na manhã de domingo. No percurso abrangido pela PRF em Araranguá foram registrados 12 acidentes. Em 2007 haviam sido 19 e seis óbitos.

Nas rodovias estaduais da região, o número de acidentes até agora foi maior do que no ano passado, mas também foi considerado tranquilo pela Polícia Rodoviária Estadual. De acordo com a PRE, foram oito acidentes. Em três dele, vítimas sofreram escoriações leves, nos demais houve apenas danos materiais. Em 2007, haviam sido três acidentes, todos sem vítimas fatais.


Fonte: Jornal Tribuna do Dia


Outras notícias