Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

16/03/2010

Capitalização da Petrobras pode chegar a US$ 60 bilhões, diz Lobão

A capitalização da estatal poderá propiciar maior mobilidade na obtenção de recursos no exterior.

O ministro Edison Lobão afirmou nesta segunda-feira que os 5 bilhões de barris de petróleo do pré-sal que serão cedidos à Petrobras no processo de capitalização da companhia poderão render de US$ 40 bilhões a US$ 60 bilhões.

"A capitalização da Petrobras se fará para que a companhia tenha maior mobilidade na obtenção se recursos no exterior", afirmou, durante o Fórum de Temas Nacionais da ADVB (Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil).

O projeto que trata da capitalização da empresa estatal foi aprovado no dia 2 de março pela Câmara dos Deputados. A Petrobras deve lançar novas ações no mercado para captar recursos direcionados à exploração do recursos da camada pré-sal. A subscrição (aquisição) de ações da estatal, no entanto, estará restrita aos atuais acionistas da empresa.

O tamanho e a data da capitalização da Petrobras ainda não foram definidos, mas fontes do mercado avaliam que pode se tornar a maior captação de recursos por meio da venda de ações já registrada. Analistas avaliam que operação pode bater a casa dos US$ 75 bilhões, de acordo com reportagem publicada na Folha.

Ainda de acordo com estimativas do mercado, o prazo limite para uma operação desse porte é junho, antes das férias de verão no hemisfério norte.

FGTS

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou também uma emenda ao projeto que vai permitir a trabalhadores utilizarem até 30% do saldo de suas contas do FGTS (Fundo de Garantia de Tempo de Serviço) para adquirir ações da Petrobras. Após passar pelo crivo dos deputados, o projeto de lei, bem como suas emendas, segue para apreciação no Senado.


Fonte: Folha Online


Outras notícias