Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

07/02/2008

Biodiesel chega aos postos mais caro

O preço do diesel subiu mais do que o esperado por donos de postos em janeiro, primeiro mês de adição obrigatória de biodiesel no combustível mineral. Pelos cálculos da Federação Nacional do Comércio Varejista de Combustíveis (Fecombustíveis), a alta média foi de R$ 0,02 por litro, quatro vezes maior do que as estimativas iniciais da entidade.

A adição de biodiesel ao diesel passou a ser obrigatória no dia 1º de janeiro. Na avaliação de agentes do setor, distribuidoras e postos conseguiram assimilar o novo produto.

O mercado, porém, pede maior fiscalização da Agência Nacional do Petróleo (ANP) contra fraudes.

"Há algumas pequenas questões logísticas, mas nada grave. No geral, as vendas de biodiesel estão indo bem", diz o presidente do Sindicato das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes (Sindicom), Alísio Vaz.

"Distribuidoras e postos já estão adaptados e não temos percebido grandes problemas na entrega do combustível", concorda o presidente da Fecombustíveis, Paulo Miranda, que admite, porém, que a alta no preço surpreendeu.

O biodiesel é vendido nos postos misturado ao diesel de petróleo, em uma mistura conhecida como B2 (2% de óleo vegetal e 98% de diesel).

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


Fonte: Confederação Nacional do Transporte


Outras notícias