Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

13/04/2010

Balança comercial tem superávit de US$ 790 milhões no início de abril

Importações sobem mais frente a abril do ano passado, e saldo positivo cai. No acumulado deste ano, resultado teve recuo de 61,1%, para US$ 1,68 bi.

A balança comercial brasileira registrou um superávit (exportações menos importações) de US$ 790 milhões nas duas primeiras semanas deste mês, ou seja, entre 1 e 11 de abril, informou nesta segunda-feira (12) o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Neste período, as exportações somaram US$ 4,71 bilhões, com média diária de US$ 785 milhões, o que representa um aumento de 27,4% frente a abril de 2009. Ao mesmo tempo, as compras do exterior totalizaram US$ 3,92 bilhões, com média de US$ 653 milhões por dia útil, com elevação de 51,5% sobre abril do ano passado.

Com o aumento maior das importações, o saldo da balança comercial vem registrando queda frente ao mesmo mês de 2009, quando somou US$ 3,69 bilhões, ou US$ 184 milhões por dia útil. Pela média diária, o resultado comercial positivo do início deste mês (US$ 131 milhões) teve uma queda de 28,8%.

Acumulado do ano

No acumulado deste ano, até 11 de abril, o saldo positivo da balança comercial somou US$ 1,68 bilhão, o que representa uma queda de 61,1% em relação ao mesmo período do ano passado (US$ 4,32 bilhões).

Neste período, as exportações somaram US$ 43,94 bilhões e média diária de US$ 655 milhões. Ao mesmo tempo, as compras do exterior totalizaram US$ 42,25 bihões, ou US$ 630 milhões por dia útil. No acumulado de 2010, as vendas externas subiram 25,9% e as importações avançaram 37,9%.

Previsões para 2010 e 2011

Em 2010, com um crescimento econômico acima de 5% e com dólar barato, as importações deverão crescer, segundo estimativa dos economistas, o que levará a balança comercial deverá sofrer nova deterioração.

Analistas de bancos esperam um saldo de US$ 10 bilhões para a balança comercial em 2010. Para 2011, a estimativa dos economistas é de um superávit comercial ainda menor, de US$ 3,5 bihões.

No ano passado, o superávit comercial revisado somou US$ 25,34 bilhões, com um crescimento de 1,5% sobre o superávit registrado em 2008 (+US$ 24,95 bilhões).


Fonte: Portal de Notícias G1


Outras notícias