Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

14/10/2013

Autopista espera autorização da ANTT para demolir praça de pedágio de Palhoça

Enquanto isso não acontece, a previsão é de filas para a temporada de verão

Desde o dia 21 de junho a praça de pedágio de Palhoça, administrada pela Autopista Litoral Sul, foi fechada por determinação da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres). Segundo a PRF (Polícia Rodiviária Federal), atualmente não acontece a formação de fila no local, mas, por causa de um desvio feito para duas pistas na direita que confunde os motoristas, o verão pode ser caótico na região.


No entanto, o chefe de comunicação da PRF, Luiz Graziano, disse que em conversa com a Autopista foi observada a possibilidade de mudanças no local até a temporada, quando chega a dobrar o número de veículos que passam pela praça. Hoje, em média, 30 mil veículos transitam pelo local por dia. \"A empresa planeja melhorar o acesso. Fecharia as duas pistas e abriria duas no meio, para evitar que seja preciso fazer o desvio. Como está hoje, quem não conhece não sabe muito bem o que fazer. Os turistas vão ficar perdidos, diminuem a velocidade e podem provocar congestionamentos\", avaliou.


A Autopista Litoral Sul, por meio de nota à imprensa, não informou se fará mesmo as mudanças na temporada. Disse apenas que a passagem de veículos pela praça de pedágio de Palhoça, no km 219,5 da BR 101/SC, se dá por duas faixas à esquerda e à direita da praça, acompanhando o dorso central da rodovia. O local é área de segurança federal, por isso, a velocidade é de 60 km.


Após a autorização da ANTT, a praça, que já foi desativada, será demolida. \"A Concessionária aguarda a emissão das licenças do Ibama e do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) para dar início ao processo de construção da nova praça de pedágio, que será no km 243 da BR 101/SC\", disse, em nota.



Fonte: RIC


Outras notícias