Confira as últimas notícias sobre a Transal e o mercado de transportes.

16/08/2015

32 radares começam a multar nesta segunda na BR-101, em SC

Aparelhos estão colocados no trecho da Grande Florianópolis ao Norte. Na cidade de Joinville, outros 4 equipamentos de controle são implantados.

Os 32 radares fixos instalados na BR-101 começam a emitir multas a partir desta segunda-feira (17). Os equipamentos estão instalados no trecho de concessão da Autopista Litoral Sul, entre Palhoça, na Grande Florianópolis, e Joinville, no Norte catarinense.

No total, 8 estão colocados sobre a faixa principal da rodovia: 4 em São José, 1 em Palhoça, 2 em Joinville e 1 no Morro do Boi, entre Balneário Camboriú e Itapema. Apenas este último tem velocidade máxima de 60 km/h por ser uma descida; os outros têm limite de 80 km/h.

á os radares instalados nas marginais têm velocidade máxima de 40 km/h a 60 km/h. A velocidade é menor em áreas com travessia urbana. De 24 equipamentos instalados nas vias laterais da BR-101, 9 em São José, 7 em Palhoça, 3 em Biguaçu, 3 em Itajaí e 2 em Itapema.

Joinville ganha 4 radares
Em Joinville, esta segunda-feira também é marcada pelo início da operação de outros quatro equipamentos eletrônicos para controle do trânsito. Três radares e uma lombada seriam ativados nas regiões Leste e Sul da cidade.

Os quatro equipamentos são diferentes entre si. Na rua Guaíra, no bairro Aventureiro, será instalado um radar fixo na altura do número 350. Já no bairro Petrópolis, um radar com leitura de placa vai funcionar na altura do número 1.113 da Avenida Paulo Schroeder.

Já a Rua São Paulo, no bairro Floresta, terá uma lombada eletrônica perto da Rua Engenheiro José Gomes. E no cruzamento das ruas Paulo Schroeder e Boehmerwald será instalado um radar de semáforo.

Segundo o Departamento de Trânsito, até o final do ano serão instalados mais equipamentos na cidade.

Não tem pegadinha
Na BR-101, os dispositivos já operavam desde março de 2014 em modo educativo,  sem multar. No mês de julho, foram registradas aproximadamente 34 mil passagens acima do limite de velocidade nesses pontos, o que equivale a 0,16% do total de veículos que transitaram por essas regiões, de acordo com a Autopista Litoral Sul.


\"Esses radares estão ostensivos. As pessoas veem já a longa distância. Não tem pegadinha. Nosso objetivo é que as pessoas respeitem o limite de velocidade e assim a gente reduza o número de acidentes e, principalmente, diminua a gravidade desses acidentes”, afirma o inspetor da PRF Luiz Graziano, chefe do Núcleo de Comunicação Social do órgão.



Fonte: G1


Outras notícias