Notícias sobre Esportes

Confira as últimas notícias sobre esportes.


27/08/2009

Fluminense empata no Maracanã e elimina Flamengo.

O Tricolor garantiu a vaga por ter marcado gols na casa do adversário já que na partida de ida, os dois times empataram sem gols

RIO DE JANEIRO - O Fluminense ganhou um alento na sua batalha para fugir das últimas posições do Campeonato Brasileiro. Em partida válida pela Copa Sul-Americana, a equipe tricolor conseguiu a classificação para a próxima fase da competição ao empatar com o Flamengo por 1 a 1 na noite desta quarta-feira, no Maracanã. O Tricolor garantiu a vaga por ter marcado gols na casa do adversário já que na partida de ida, os dois times empataram sem gols. Agora, o Fluminense vai enfrentar o vencedor do encontro entre Alianza Atlético-PER e Deportivo Anzoátegui-VEN, que fazem o jogo de volta em 15 de setembro. Na ida, deu empate sem gols no Peru. O Flamengo completou seu quinto jogo sem vitória e o cargo do técnico Andrade está cada vez mais ameaçado. A próxima partida do rubro-negro será contra o Santo André no Maracanã. Já o Fluminense vai à Vila Belmiro encarar o Santos, no domingo. O jogo - veja como foi a partida no lance a lance do Placar iG Os dois times começaram a partida atuando de forma aberta, buscando o gol. Logo aos dois minutos, Conca cobrou falta pela esquerda e Luiz Alberto cabeceou para uma defesa fácil de Bruno. A resposta do Flamengo veio no minuto seguinte com Everton, que entrou pela esquerda e cruzou. O goleiro Rafael defendeu parcialmente, mas não apareceu nenhum jogador do Flamengo para o rebote. O rubro-negro forçava o jogo pela esquerda com Everton, que tinha o auxílio de Emerson. Este se metia entre os zagueiros. Já o Fluminense tentava atacar à base de passes curtos. Aos 18 minutos, Kieza dominou fora da área e arriscou um chute que passou bem perto do travessão defendido por Bruno. Aos 20 minutos, o atacante Emerson sentiu um problema muscular e pediu para sair, entrando Zé Roberto em seu lugar. Com o passar do tempo, os dois times passaram a errar passes e o jogo ficou muito truncado, tornando a partida monótona e com poucos lances de área. Mas o Flamengo, mesmo sem fazer uma grande partida, jogava um pouco melhor do que o adversário. Para tentar bloquear a armação das jogadas do Fluminense, o técnico Andrade colocou o meia Lenon para acompanhar o argentino Conca por todos os lados do campo. Aos 30 minutos, Everton arrancou pela esquerda, cruzou rasteiro, a zaga tricolor se atrapalhou e Denis Marques concluiu por cima, desperdiçando a primeira grande chance de gol da primeira etapa. Quando tudo indicava que a primeira etapa terminaria empatada, Kieza foi lançado pela esquerda e acabou atropelado por Ronaldo Angelim quase na linha da grande área. O árbitro chileno Carlos Chandia marcou pênalti, apesar dos protestos dos rubro-negros. Roni cobrou com categoria, aos 47 minutos, para anotar o primeiro gol do Fluminense. O Flamengo voltou para o segundo tempo com seu time adiantado para pressionar a defesa tricolor em busca do gol de empate. E durante os primeiros cinco minutos, o Fluminense não conseguiu organizar uma jogada de ataque sequer, limitando-se a rebater bolas para o campo adversário sem a preocupação de organizar jogadas. Aos sete minutos. Petkovic cobrou falta e Rafael fez grande defesa. No minuto seguinte, a defesa tricolor se atrapalhou e o Flamengo desperdiçou a chance de empatar com Petkovic chutando em cima de Ruy, que saiu para cobrir a estabanada saída do goleiro Rafael. Aos 15 minutos, o Flamengo chegou ao empate em jogada individual de Denis Marques, que ganhou a disputa com os zagueiros e chutou de fora da área. A bola desviou em João Paulo e enganou o goleiro Rafael. Após sofrer o gol, o Fluminense passou a jogar um pouco mais adiantado e chegou a ter um tento anulado: Kieza estava impedido ao cabecear para as redes de Bruno. Aos 32 minutos, o Tricolor quase desempatou quando Luiz Alberto subiu mais alto do que a zaga rubro-negra e cabeceou com grande perigo. Aos 37 minutos, Kieza ganhou de David, arrancou para a área do Flamengo e foi derrubado pelo zagueiro rubro-negro, que acabou expulso de campo. O Fluminense perdeu Conca, contundido, e passou a jogar de olho no relógio, já que o resultado lhe favorecia. O juiz deu seis minutos de acréscimo, e aos 48, Fierro derrubou Alan, que entrava livre e também foi expulso. Com dois jogadores a menos, o Flamengo ainda pressionou em busca do gol que lhe daria classificação, mas o Fluminense soube se defender e garantir o resultado que lhe interessava.


Fonte: Redação iG NoticiaEsporte e Gazeta Esportiva




Outras notícias

Todas as notícias sobre esportes