Notícias sobre Esportes

Confira as últimas notícias sobre esportes.


20/08/2009

Brasil passa pela China e obtém sua 2ª vitória na fase final do Grand Prix.

Com Natália inspirada, campeãs olímpicas continuam invictas, agora com 11 vitórias. Na madrugada desta sexta, o Brasil enfrenta a Alemanha.

Foi bem menos sofrido que a partida contra a Rússia, mas não pode se dizer que a seleção brasileira feminina de vôlei derrotou facilmente a China na madrugada desta quinta-feira (no horário de Brasília), pela segunda rodada da fase final do Grand Prix, que está sendo disputada em Tóquio. Apesar dos três sets a zero, as brasileiras só conseguiram deslanchar no fim dos dois primeiros sets e no terceiro teve de suar muito para vencer: as parciais foram de 25/22, 25/20 e 31/29. Natália ataca contra a China. Jovem atacante foi a melhor jogadora do Brasil no jogo desta quinta-feira Esta foi a segunda vitória na fase final das invictas campeãs olímpicas, que lutam pelo oitavo título no Grand Prix, e a 11ª na competição deste ano. A melhor jogadora em quadra foi a jovem Natália, que fez 19 pontos, muitos deles decisivos. Nesta sexta-feira, às 3h30m, pela terceira rodada, o Brasil enfrentará a Alemanha, que tem uma vitória e uma derrota na fase final, com transmissão ao vivo da Rede Globo. Na primeira partida do dia, a Holanda suou muito novamente para conseguir a sua segunda vitória nesta fase do Grand Prix. Como na véspera, quando derrotaram a China, as holandesas precisaram de cinco sets para superar as alemãs, com parciais de 19/25, 25/21, 25/22,21/25 e 15/13. O jogo Com Yanni Zhao no lugar da estrela Yunwen Ma, a China começou o jogo marcando o primeiro ponto do jogo e dando trabalho para o Brasil, que abriu 5 a 2, mas permitiu que as adversárias encostassem em 6 a 5. As brasileiras, porém, foram para a primeira parada técnica com 8 a 6 a seu favor. Na volta à quadra, o jogo continuou equilibrado. Com jogadas velozes, as chinesas conseguiram empatar em 10 a 10, 11 a 11 e 12 a 12. Uma cortada de Mári em ataque do fundo da quadra levou o Brasil a abrir dois pontos. Foi o primeiro da atacante brasileira na partida. Em seguida, Sheilla deu uma largada de alta categoria e pôs 15 a 12 no placar, obrigando o técnico chinês Bin Cai a pedir tempo pouco antes da segunda parada. Pouco adiantou, Sheilla fez o 16º ponto brasileiro de saque. Com ótimos saques e bloqueios, a seleção brasileira foi encaminhando sua vitória no primeiro set, abrindo cinco pontos de vantagem a partir de 19 a 14 até 22 a 17. A equipe do Brasil começou a errar e permitiu que a China diminuísse a desvantagem para dois pontos. Mas Sheilla está em grande fase e com um ponto dela, finalmente o Brasil fez o 23º ponto. O 24º veio de um erro no ataque chinês e o último após violentíssima cortada de Natália. No fim, Brasil 25 a 21. Segundo set um pouco mais tranquilo que o primeiro O segundo set começou equilibrado como o primeiro, mas com bons ataques de Natália as brasileiras conseguiram abrir uma vantagem de 6 a 3. Bin Cai pediu tempo para tentar acertar sua equipe, que fez dois pontos seguidos na volta à quadra e conseguiu o empate em 7 a 7. Em contra-ataque que Mári aproveitou bem, o time brasileiro foi para a primeira parada do set com 8 a 7 a seu favor.


Fonte: Globo NoticiaEsporte




Outras notícias

Todas as notícias sobre esportes