Transal - Transportadora Salvan Ltda

Login: Senha:

Acessibilidade  |  RSS

(48) 3411-1000
transal@transaltransportes.com.br

Viaje Bem

A Transal disponibiliza à você dicas para fazer uma viagem com segurança e tranqüilidade.


Recomendações para viagens de inverno

Recomendações para viagens de inverno

No Brasil, à exceção da região Sul, o inverno não é tão rigoroso. Mas se você for para o hemisfério Norte, busque cidades cuja infra-estrutura de transportes e turismo tenha sistema de calefação. Programe as atividades externas para o meio do dia, quando o frio é abrandado pelo sol. Atenção: mesmo no inverno, há dias ensolarados e você não deve abrir mão do filtro solar. Em viagens de inverno, seja no Brasil ou no exterior, gasta-se um pouco mais com alimentação e transporte (obviamente você preferirá se locomover de carro ou táxi em vez de caminhar debaixo de um vento gelado). Tenha isso em mente ao planejar seu roteiro e prever o orçamento da viagem.

Então vamos lá:

• Calças jeans pesam e fazem volume, não precisa mais do que duas! São práticas, fáceis de combinar e não ocupam espaço! Se esfriar, ainda dá pra usar por baixo de uma outra calça, pra esquentar mesmo! Ainda é legal acrescentar meias de lã que também esquentam, ocupam pouco espaço e dão graça ao look! As estampadas e coloridas funcionam como acessórios!
Além das camisetas básicas e de malha, uma jaqueta de couro, um casaqueto de lã e um cardigan. A jaqueta de couro dá pra usar tanto de dia, quanto de noite. O casaqueto é legal pra substituir a jaqueta no caso de um programa mais arrumadinho e o cardigan é um ótimo quebra-galho. Dá pra usar no pescoço, por baixo da jaqueta e se esquentar ele cobre o frio que não é tão frio.

• Havaianas tem que levar pra tomar banho, caminhar no hotel… O tênis também é indispensável! Uma bolsa grande é suficiente, e é bom levar também uma carteira de mão pra passeios rápidos ou pra sair a noite. Quem não quiser levar mochila pros passeios pode levar bolsas transpassadas que deixam as mãos livres durante os passeios e compras.

• Mantenha os pés secos e as extremidades aquecidas. Calçados impermeáveis são o item mais importante do seu vestuário. Meninas, arrumem um jeito de se sentir elegantes vestindo botas de trekking — pés molhados e gelados são uma tortura (e uma porta aberta para a gripe). Luvas e gorro também são essenciais. E seu casaco precisa ser impermeável. Não exagere na estratégia cebola, ou você vai ter que se livrar de várias camadas sempre que entrar nos ambientes fechados, que são aquecidos. (Roupa de baixo colada no corpo, suéter de lã e um bom casaco devem ser suficientes, desde que você use luvas e gorro.)

• Privilegie cidades grandes. Pense que a sua viagem vai ficar mais confortável quanto maior for o número de atividades em ambiente fechado que você possa fazer. Lembre-se que, com exceção das estâncias de esqui (e de cidadezinhas com feiras natalinas), as cidades pequenas estarão hibernando (sobretudo à noite).

• Vai viajar em dezembro? Inclua lugares em que o Natal seja especial. A Europa Central comemora o Natal com mercados natalinos gostosíssimos. É o tipo de experiência sazonal que redime todas as dificuldades de viajar nesta época.

• Considere cidades que ficam abarrotadas no verão. No inverno elas oferecerão uma densidade demográfica bem mais palatável. Os melhores exemplos: Veneza e Praga.

• Invista um pouco mais em hospedagem. Você vai ficar mais no quarto. Ou pelo menos vai querer um pouco mais de aconchego sempre que voltar. Para estadas a partir de cinco dias, alugar apartamento é ideal.

• Saia do hotel sabendo onde vai comer. O inverno rigoroso não é uma época apropriada para escolher restaurante ao acaso, na base da intuição. Faça o seu dever de casa e estude onde vai fazer as refeições e como se chega: ninguém merece rodar ao léu no frio e com fome.

• Vá devagar. O inverno deixa você naturalmente mais lento. Vá com tempo sobrando e usufrua da preguiça que o frio traz.

Sua viagem fica muito mais gostosa quando você não abusa do organismo e segue o ritmo da estação. Aproveite e faça uma boa viagem!


Fonte: Matosta



Voltar