Transal - Transportadora Salvan Ltda

Login: Senha:

Acessibilidade  |  RSS

(48) 3411-1000
transal@transaltransportes.com.br

Viaje Bem

A Transal disponibiliza à você dicas para fazer uma viagem com segurança e tranqüilidade.


Mulheres que viajam sozinhas

Viajar sozinha é um desejo de muitas mulheres que, no momento, que se encontram diante de um dilema: têm dinheiro, tempo, mas, no momento não têm ninguém para fazer companhia.

1. Comece pensando nos locais que você tem o sonho de conhecer. É bem mais fácil ter coragem de ir sozinha pela primeira vez para um local dos seus sonhos.

2. Não escolha pelo preço, escolha pelo desejo. Se for preciso fique menos tempo.

3. Pense no que vai deixar você mais confortável. Muitas mulheres, quando estão em sua primeira viagem sozinha, fazem um trecho com uma excursão e o outro o restante sozinha. Ex.: Minha mãe, na primeira vez que foi para a Europa sozinha, foi para Londres, Bélgica e Amsterdam com uma excursão. Durou 7 dias e, em Amsterdam, ela ficou por conta própria por mais 5 dias. Dali, já estava com mais confiança, fez passeios para cidades vizinhas por conta própria.

4. Pense bem na hora de escolher o hotel. Nem sempre ficar em hostel / albergue é garantia de conseguir fazer amizade com muitas pessoas. Por outro lado, ficar em hotel, pode ser um pouco solitário para alguns. Pense no que será mais confortável para você.

5. Opte por um hotel que tenha wi-fi gratuito. Por que? Porque, parece psicológico, mas saber que você vai chegar ao hotel e, se quiser, poderá falar com qualquer pessoa da sua família ou amigos, dá um conforto e uma sensação de que você está sozinha, mas não esquecida do mundo. Mas nada de ficar grudada na internet!

6. Pegue dicas de quem já viajou sozinha.

7. Pergunte-se quais são os seus medos. Encare-os e analise se eles têm fundamento.

8. Preste atenção à estação do ano. Eu fui para Londres em janeiro, num inverno rigoroso, no projeto 30 em 30 e confesso que foi uma das minhas piores escolhas. Dias curtos, além disso, não era meu destino dos sonhos. Foi uma somatória de fatores que me fizeram passar alguns dias ruins durante a minha viagem.

9. Esse é um ponto fundamental da sua viagem: não coloque muita expectativa. Prepare-se para a viagem esperando que seja o que tiver que ser. Ela não será perfeita, assim como não é a que você faz acompanhada.

10. Por fim, a regra básica: não desista! Se você perceber que não dará conta de fazer uma viagem completamente sozinha, há sempre a opção de um intercâmbio de um mês ficando em casa de família, por exemplo. O grande ganho de viajar sozinha é vencer, primeiro, nossos fantasmas internos.


Fonte: Viagem para Mulheres



Voltar